#TheMartian – O filme do ano

O filme do ano. Sem dúvida.

Ficção? Será mesmo? Que classificação dar a esse filme? Aventura, drama, suspense, comédia…

Realmente ele reúne tudo em um só. E, se você conseguir assistir em uma sala 4DX, vai se divertir muito mais. Ter as sensações de estar lá, mesmo que só por um momento. Mesmo se for só ilusão.

Matt Damon mandou bem no papel do astronauta e nessa entrevista. Assista.

Resolvi assistir a esse filme por conta de uma jornada de filmes que vinha assistindo. Nenhum de Jornada nas Estrelas. Mas dois deles foram mais específicos.

O primeiro filme

Eu já havia visto faz um tempo. Resolvi assistir de novo, com outra perspectiva. Valeu muito. O filme é Homens Mulheres e Filhos, (Men, Women & Children – dirigido por Jason Reitman). Assista o trailer abaixo.

Nesse filme há diferentes conflitos. De gerações, de pais e filhos, de filhos com filhos, entre casais, entre amigos… mas o filme não é tão simples como parece. Nem comum. Gosto de pensar que ele é um filme de reflexão, ou um livro de autoajuda. Mas com muito mais nas entrelinhas do que se pode ver. Um filme onde Adam Sandler é um coadjuvante que não faz graça. E por isso mesmo desperta mais atenção. A fuga dos esteriótipos. Estamos cada vez mais ligados ao mundo, mas sozinhos entre si. Um dos pontos que gostei foi a citação de Carl Sagan e do vídeo do Pálido Ponto Azul. Veja o vídeo abaixo. Aí é que entra a primeira ligação com o filme Perdido em Marte (The Martian).

O segundo filme

Into the Wild (Na Natureza Selvagem), baseado em fatos reais, pode não ser um filme que traga algo relacionado diretamente com Marte. Mas traz o (re)descobrimento, a aventura, a falta de atitude, a atitude em excesso, consequências e conquistas. Ir para um lugar distante, ermo e viver lá. Para todos que você fala que vai, te perguntam o porque. Acham que você é maluco ou que precisa de algum conselho, alguma ajuda. Será mesmo? Conselho de quem também está perdido? Mais fácil ir para Marte.

O filme traz muita reflexão e o melhor: paisagens lindas e a trilha sonora perfeita de Eddie Vedder. Assista ao trailer.

Para mim são demais!

Dicas de filmes.

Atriz: Jessica Chastain (Melissa Lewis) – A Árvore da Vida (2011), Mama (2013), Histórias Cruzadas (2011)

Diretor: Ridley Scott – Alien (1979), Blade Runner (1982)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s